Cão resfriado?

Resfriado, infelizmente, não é uma exclusividade humana. Os nossos bichinhos também estão expostos a pegar um resfriado em tempos de frio e, assim como nós, o cão resfriado sofre das indisposições e mal estar.

O termo correto para a doença causada por vírus e bactéria que deixa o cão resfriado é traqueobronquite infecciosa canina ou tosse do canis. Se não tratado adequadamente, o resfriado pode chegar a se tornar uma sinusite e em casos mais graves pode se tornar uma pneumonia. Por isso é bom ficar de olhos nos sintomas e, se for o caso de um resfriado, levar o cãozinho o mais breve possível a um veterinário.

cao-resfriado

Sintomas do resfriado canino

Os sintomas de um cachorro resfriado são, basicamente, os mesmos que nós humanos apresentamos quando pegamos um resfriado. Para os cães que convivem de forma bem aproximada à família, é mais fácil para os donos conseguirem perceber os sintomas.

Os sintomas do cão resfriado começam com a mudança de comportamento. Nós ficamos debilitados quando resfriados, pois eles também ficam. O cão ficará mais quieto mesmo na presença do dono. A coriza surge em seguida, o focinho fica sempre molhado, além da perda de apetite.

Os sintomas mais característicos serão o espirro e a tosse. Nesse estágio, quando é mais fácil de detectar o resfriado, o cão já deve estar bem debilitado e deve ser encaminhado ao profissional especializado. A febre surge quando o resfriado atinge seu age.

Não tente soluções caseiras que nós geralmente experimentamos. Nada de chá e mistura disso com aquilo. Um resfriado canino precisa de veterinário e tratamento apropriado para que se evite casos mais extremos como a pneumonia.

 

Como prevenir o resfriado em cães

Primeiro de tudo, para prevenir o resfriado nos nossos amiguinhos de quatro patas, é necessário vacinar o cão. A vacina pode ser optada dentre duas opções de aplicações. A primeira é intranasal, na qual se coloca o conteúdo da vacina dentro das narinas do cão. A segunda opção é a vacina injetável, aplicada duas vezes em um período de intervalo de 30 dias entre a primeira e a segunda. A vacina protege o cão por um ano.

Outra dica para evitar ter um cão resfriado em casa é não dar banho nos dias mais frios, evite aumentar ainda mais a umidade e o frio que os cães sentem nessa época. Como não é viável simplesmente não dar banho nos cães durante o inverno, escolhe um período do dia que seja mais quente para dar o banho. A tosa deve ser evitada no inverno, pois o pelo vai aquecer o cão.

E se o seu cão não vive dentro de casa, providencie uma casinha ou abrigo bem quentinho para o seu pet. As roupinhas também ajudam muito.

 

Cuidado com as complicações!

É válido ressaltar novamente que um simples resfriado pode evoluir para uma pneumonia e levar o cão a óbito, por isso, sempre que perceber qualquer dos sintomas acima, deve-se levar o cão a um médico veterinário para um exame clínico para, se necessário, iniciar o tratamento o mais rápido possível.

 

Fonte: cachorrogato.com

Compartilhar com seus amigos:

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
VK
Email
Print

Sedes

Bahia:
71 3391-1348

Sergipe:
79 3214-0368

Pernambuco:
81 3471-5342

Contato

0800 941 12 90

sac@amoedodistribuidora.com.br

Copyright | Todos os direitos reservados | 2019

Não vendemos para Pessoa Física